Realização de Oficina de Teatro

Oficina de Teatro para Iniciantes

Aconteceu nos dias 05, 06 e 07 de novembro a oficina de teatro para Iniciantes, o público alvo foi crianças e adolescentes da Escola Municipal Francisco Vieira Lins – do Ped 4 – Luziânia – Goiás. O projeto contou com o apoio da Secretária de Cultura de Estado do Governo de Brasília.  O tema trabalhado pelo facilitador Rafael Dielson foi literatura de cordel, envolveu  os alunos em dinâmicas, movimento corporal, recital de cordel e jogos teatrais.

 

Feira de Arte e Cultura de Luziânia

I Feira de Arte e Cultura de Luziânia

Mais sobre o projeto 
A Feira de Arte e Cultura de Luziânia tem como proposta ser evento propulsor, da arte e cultura proporcionando o acesso de jovens, crianças e adultos em um espaço de interação com artistas da própria comunidade. O objetivo e reunir o maior numero de artistas e brincantes da música, poesia, literatura de cordel, danças, teatro e outras manifestações da cultura popular.

Articulação

O Ponto de Cultura Tríade tem contribuído na articulação e realização de projetos e ações na comunidade, escolas, centros culturais e outros espaços não formais visando contribuir na formação e desenvolvimento humano de crianças, jovens e adultos.

PROGRAMAÇÃO

14h00min – Abertura
14h10min – Studio de Dança Maria Carvalho
14h30min – Academia Movidance – Dança de Salão
14h45min – Peça Teatral História de Luziânia – Tríade Cultural – 5º C Ano – Vespertino
15h00min – Dança da Peneira – 1º Ano Vespertino
15h15min – Dança Carimbo – 2ª Ano Matutino
15h30min – Dança da Saia – 2ª Ano Vespertino
15h45min – Dança de Salão – 4ª Ano Mat/Vesp.
16h15min – Catira – 5ª Ano – A/B Matutino
16h30min – Peça Teatral Literatura de Cordel – Tríade Cultural – 5º C Ano Vespertino
16h40min – Literatura de Cordel – Poeta Popular Jucivaldo Dias
17h00min – História do Grafite – Grafiteiro Ramon Phamton

Servico:

I Feira de Arte e Cultura de Luziânia

Local de Realização: Escola Municipal Francisc Vieira Lins

Endereço: Rua 22 Qd. 269 área Especial – Parque Estrela D’alva – IV – Luziânia – Go.

Data de realização: 16 novembro de 2018

Horário: 14 às 18horas

Entrada: Franca
Classificação: Livre
Site: www.triadecultural.com.br
Informações: 61 9.9639 1863

Leia mais

Prêmio Culturas Populares 2018

Cultura em Movimento 

O Ponto de Cultura Tríade da cidade de Luziânia  entra para história como a primeira iniciativa premiada com o Prêmio Culturas de Populares 2018, a região Centro-Oeste premiou (50) iniciativas. O Prêmio Culturas Populares 2018. Que tem por “objetivo da iniciativa é fortalecer as expressões culturais populares brasileiras, retomando práticas populares em processo de esquecimento e que difundam as expressões populares para além dos limites de suas comunidades de origem. Exemplos dessas iniciativas são o cordel, a quadrilha, o maracatu, o jongo, o cortejo de afoxé, o bumba-meu-boi e o boi de mamão, entre outros”.

Expressamos nossa gratidão e faço saber que só foi possível graças ao empenho e dedicação de cada membro do coletivo, que ao longo desses 10 anos se dedicam com carinho e compromisso ao fazer cultural. Articular projetos e ações só é possível com parcerias e apoio da comunidade, associações e sociedade em geral. O prêmio será revestido na manutenção dos projetos e ações desenvolvidas pelo Ponto de Cultura que é o único na cidade de Luziânia afirma João Almir. 

Acesso Rápido

O Ministério da Cultura (MinC) divulgou nesta segunda-feira (22), no Diário Oficial da União, o resultado final do Prêmio Culturas Populares 2018 – edição Selma do Coco. Foram 500 iniciativas culturais populares vencedoras, em todos os estados brasileiros, além do Distrito Federal. Nesta edição, o valor da premiação passou de R$ 10 mil para R$ 20 mil. O valor global – R$ 10 milhões – é o maior volume de recursos já concedido em seis edições da premiação. A edição atual ainda incluiu a inscrição de novos arranjos da cultura popular, como a aparelhagem e a guitarrada. Também foram permitidas a participação de indígenas, ciganos, capoeiristas e ações de hip hop.
Ao todo, foram 2.227 inscrições para a edição Selma do Coco, sendo 1.482 habilitadas: 784 de mestres, 367 de grupos e comunidades, 296 de instituições privadas sem fins lucrativos e 35 de herdeiros de mestres já falecidos (in memoriam). Os estados com mais inscritos foram Paraíba (254), Minas Gerais (238), Bahia (228), Pernambuco (221) e São Paulo (194).
Por João Almir
Fonte: Ministério da Cultura